Francisco Manuel Sousa

14 de Setembro de 2021

Morreu o Norm Macdonald. Morreu o gajo mais cómico do planeta. Morreu um pensador único.

Eu nunca tive ídolos. A princípio, porque não calhou; depois, porque não quis, intencionalmente, tê-los. Não gosto de cultos, nem de misturar fé com amor.

Morreu, isso sim, alguém que eu admirava profundamente, sobretudo por ter conquistado a liberdade (não confundir com sucesso) da forma mais corajosa que existe: simplesmente, exercendo-a.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

14 de Setembro de 2021