Francisco Manuel Sousa

1 de Outubro de 2016

Vi, pela primeira vez, o lindíssimo Thérèse (1986), de Alain Cavalier. Haveria, sem dúvida, muito para falar acerca do filme. Fica para outra altura. Foquemo-nos apenas na cena que me fez saltar no sofá: minuto 9, a Teresinha vai ao Vaticano pedir que a deixem entrar nas Carmelitas.

Que diabo, a página do filme no IMDb credita um tal de Armand Meppiel, mas para mim este será sempre o filme em que o Lobo Antunes aparece a fazer de Papa.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 de Outubro de 2016